sexta-feira, outubro 19, 2007

Teve de ser

Eu sei, que a malta é um coi contra a por anedotas e adivinhas no BUNHO, mas esta teve mesmo que ser....

"Um homem entra em casa com uma ovelha nos braços.A mulher, deitada na cama, está a ler um livro.
Diz o homem:
- Olha, amor, esta é a vaca a que me atiro quando te dói a cabeça.
Diz a mulher:
- Se não fosses parvo, verias que isso é uma ovelha não uma vaca.
O homem sorri e responde:
- E tu, se não fosses tão estúpida, verias que estou a falar com a ovelha e não contigo... "

Curta e directa... sem palavras....

8 comentários:

rasterinho disse...

Simplesmente brutal, é o meu manifesto.......

Desidério Lázaro disse...

simplesmente ZERO

Steve disse...

As anedotas só têm piada quando os leitores as percebem....

rasterinho disse...

Concordo ctg steve, tem de se ter uma boa interpretaçao....

stoutless disse...

lol

Desidério Lázaro disse...

Primeiro, a anedota nao é curta.
Nem directa, dado que joga com suposições e metáforas.

Por outro lado é previsível e retórica.

Pensava que depois da anedota do pão de ló tivéssemos evoluido um cadinho...

Sim, rasteiro, explica-me a relevância da interpretação nesta anedota

Steve disse...

1º A anedota não é longa;

2º Suposições e metáforas são mais que comuns nas anedotas. Embelezam-nas e dão-lhes piada;

3º Há mais previsíveis;

4º A do pão de ló é sem duvída exepcional, o que eleva logo a fasquia, mas tb há que dar o valor às inferiores;

5º Eu sei que gostaste... mas tá bem.... :)

6ª E se me fizesses um bico?

:) loll

Desidério Lázaro disse...

Pois gostei! E contei 'a Andreia. Ela nao se riu.